Carregando Calendário
  • Este calendario já passou.

Comunicações Digitais via Satélite – Rio de Janeiro

Período: 30/09/2019 » 04/10/2019

Horário: 08:30 » 17:30

Cidade: Rio de Janeiro

Confirmado

Informações

Objetivo

Este curso, continuamente atualizado, vem formando gerações de profissionais bem sucedidos no setor e visa fornecer uma base sólida de conceitos, tecnologias, redes, serviços e aplicações de sistemas de comunicações via satélite. Além dos fundamentos necessários e da conceituação, aplicações práticas, serviços, redes e tecnologias de última geração serão abordados para contextualização e motivação. Análise de segmento espacial de diferentes operadoras nas bandas C, Ku e Ka, incluindo de satélites de alta capacidade (HTS), o uso de soluções de diferentes provedores de tecnologias de acesso e de redes via satélite para banda larga, cellular backhaul, necessidades corporativas, serviços móveis terrestres, marítimos e aeronáuticos, expansão e interiorização da TV Digital ISDB-Tb, DTH, FTA, redes VSAT, SCPC, SNG, Fly-Aways, Teleportos e Ensino a Distância via satélite são temas entre outros a serem abordados. Ainda serão passadas dicas e considerações importantes para planejamento, projetos, implantação, operação e manutenção. O instrutor utiliza toda sua experiência prática para ilustrar com estudos de casos práticos e responder durante os 5 dias a todas as perguntas e dar segurança aos treinandos quando do retorno aos seus postos de trabalho.

Público-alvo

Profissionais que necessitem de um embasamento sólido na área das comunicações via satélite e/ou de uma revisão e atualização.

Pré-requisitos

Conhecimentos básicos de telecomunicações, redes e internet.

Ementa
  1. Conceitos Introdutórios
    1. Satélites e o Sistema Solar
    2. Satélites Naturais e Satélites Artificiais
    3. Noção de Distância Espacial
    4. Coordenadas Geográficas
    5. Gravidade
    6. Força Centrífuga
    7. Órbitas e Altitude de órbitas
  2. Classificação dos Satélites
    • Pelo Propósito (Objetivo)
    • Pelo Serviço, pela Altitude de Órbita
    • Pela Inclinação de Órbita
    • Pelo Porte (Dimensões/Massa)
    • Classificação dos Satélites de Comunicações pelo tipo de Serviço
    • Pela Altitude de Órbita
    • Pela Inclinação de Órbita
    • Pelo Porte (Dimensões/Massa)
    • Lançadores e Bases de Lançamento
    • Setor Espacial no Brasil, MCTIC, AEB e INPE
  3. Visão Sistêmica das Comunicações via Satélite
    • Up-Links e Down-Links, Conceituação e composição de enlaces, canais, circuitos, redes e sistemas de comunicações via satélite
    • Comparativo de Referência entre Comunicações Terrestres e Comunicações Via Satélite
    • Características e Utilização dos Satélites de Comunicação
    • GEOs e Não GEOs (MEOs e LEOs),”Wide Beams” GEOs e HTS (GEOs,MEOs e LEOs)
  4. Unidades de Medidas
    • Relação adimensional, como Ganho, Atenuação, C/N, Eb/No, Es/No e Figura de Ruído (dB), Potência (W) e Nível de Potência (dBm e dBW), C/No (dBHz), Temperatura Equivalente de Ruído (Kelvin), Figura de Mérito do Sub-Sistema de Recepção (dB/K), Taxa de bit (bit/s), Taxa de Erro de bit (BER=10-n), Taxa de Símbolos(símbolos/segundo=sps), Eficiência da Modulação (bit/símbolo) e Eficiência Espectral (bit/s/Hz), entre outras
  5.  Transmissão Digital
    • Relações entre C/N e C/No, C/No e Eb/No, Eb/No e Es/No, C/N e BER, Eb/No e BER, Es/No e BER
    • Técnicas de Modulação, Desempenho do MODEM
    • Códigos Corretores de Erro
    • Cálculo da Taxa de Símbolos (Symbol Rate), Fator de Roll-Off
    • Cálculo da Banda Ocupada e Banda Alocada
  6. Técnicas de Múltiplo Acesso e de Consignação da Portadora: FDMA, TDMA, CDMA, PAMA, DAMA, Consignação Fixa, Consignação Adaptativa, SCPC, MCPC, SCPC Dinâmico, “Carrier In Carrier” (CnC) e Novas Tecnologias
  7. Padrões de Transmissão Digital Via Satélite
    • Padrões de Transmissão Digital para o Canal Direto: DVB-S, DVB-S2, DVB-S2X, NS3 e NS4
    • Padrões de Transmissão Digital para o Canal de Retorno: DVB-RCS, DVB-RCS2, SCPC, MF-TDMA, MxDMA e outros Padrões Proprietários dos Provedores de Tecnologias.
  8. Faixas de Freqüências e Bandas utilizadas
    • Bandas L, S, C, X, Ku e Ka
    • ANATEL e a administração do espectro radioelétrico utilizado em Comunicações Via Satélite pelas operadoras e prestadoras de serviço brasileiras.
  9. Segmento Espacial
    • Diagrama em Blocos e Análise de um Satélite de Comunicações Típico
    • O que é um transponder?. De que é constituído o transponder, Componentes do transponder
    • Diagrama em Blocos e Análise do “Payload de Comunicações” e seus Sub-Sistemas Componentes
    • Características Técnicas dos Satélites: Plano de Frequências, Transponders, Beacons, Frequência de Conversão, Polarização, Características de Cobertura de Subida/Feixes e Características de Cobertura de Descida/Feixes, EIRP de Descida/Feixes, G/T/Feixes, Densidade de Fluxo de Saturação/Feixes, “Input BackOff” (IBO) e “Output BackOff” (OBO) e Densidade de Ruído de Intermodulação no Transponder/Feixes
    • Aspectos dos HTS (GEOs, MEOs e LEOs)
  10. Segmento Terrestre
    • O que é uma estação terrena? De que é constituída a estação terrena? Componentes da estação terrena.
    • Diagrama em Blocos e Análise de Estações Terrenas, só TX, só RX e TX/RX
    • Características Técnicas dos Equipamentos Componentes das Estações Terrenas: Moduladores, Conversores de Subida, Amplificadores de Potência de RF (PAs e HPAs), Antenas, Amplificadores de Baixo Ruído (LNAs), Conversores de Descida, Demoduladores, Decoders, Encoders, Unidades Integradas (MODs com saída em Banda L, BUCs, LNBs, DEMs com entrada em Banda L, IRDs, IDUs e ODUs, entre outros) e partes (“Chaves” de BB, de FI e de RF, Combinadores de FI, Divisores de FI, entre outros). Confiabilidade, Disponibilidade, Considerações de “Back-Up’s” e Custos associados
    • Classificação das Estações Terrenas por Tipo de Serviço/Função: Estações Terrenas p/ FSS, BSS, MSS, MILSATCOM, Gateway e Teleportos
    • Características Técnicas das Estações Terrenas: EIRP e G/T
    • Características Mandatórias das Estações Terrenas de Características das Emissões, Estabilidade de Frequência, Emissão Fora do Feixe, Emissão Fora da Banda Alocada, Estabilidade de EIRP, Densidade Espectral de Potência, Máscara de Densidade Espectral de Potência na Saída do Modulador, Máscara de Densidade Espectral de Potência na Saída do Transmissor e Características das Antenas
    • Licenciamento de Estações Terrenas
  11. Exemplos de Redes/Enlaces
    • Mídia (Contribuição de TV, Distribuição de TV e DTH), 3G & 4G Cellular Backhaul, Empresas, ISPs (incluindo a Rede), ISPs, Mobilidade Marítima e Aérea, Operadoras, VNOs e “Internet Varejo”.
  12. Considerações para Projetos de Redes Via Satélite
    • Visão Geral Simplificada
    • Análise, Cálculo de Enlace e Dimensionamento das Estações Terrenas
    • Aspectos de Interferência, Intermodulação e de Desempenho do Enlace
    • Aspectos a serem considerados na Implantação:
      • Seqüência prática simplificada da assinatura do contrato até a ativação comercial da rede
    • Aspectos a serem considerados na Operação, Manutenção e Expansão das Redes Via Satélite.
  13. Aspectos Regulatórios das Comunicações Via Satélite no Brasil
  14. Visão Geral e Tendências da Indústria de Soluções Tecnológicas via Satélites
  15. Aspectos de Serviços, Aplicações e Mercados
    • Mercados de Mídia (TVs e Audiovisual de forma ampla)
    • Mercado de 3G & 4G Cellular Backhaul
    • Mercado de Redes Corporativas
    • Mercado de ISPs
    • Mercado de Mobilidade Marítima e Aérea
    • Mercado de Operadoras
    • Mercado de VNOs
    • Mercado de “Internet Varejo”
    • Mercado “Verticais” e Nichos.

Turma realizada no período de 14 à 18 de janeiro de 2019

Carga Horária
40 horas
Docentes

Detalhes

Início
30/09 – 08:30
Término
04/10 – 17:30
Investimento
3.500,00
Status
Confirmado

Local

Centro de Treinamento Unisat
R. Carlos Machado, 164 - 2° andar - Barra da Tijuca
Rio de Janeiro, RJ 22775-042 Brasil
+ Google Map
Telefone:
(21) 2533-9540
Website:
www.unisat.com.br